Crianças na piscina à noite: 5 dicas para garantir a segurança

Crianças na piscina à noite: 5 dicas para garantir a segurança

10/08/2018 0 Por globaltechbrasil

Crianças e piscina podem significar sinal de alerta aos pais. Por se tratar de um lugar com diversos riscos se não tomar muito cuidado e precaução, muitos pais acabam mantendo os filhos longe da piscina – principalmente à noite, quando está escuro e mal sinalizado.

Porém, seguindo algumas dicas de segurança, é possível sim ter até mesmo as crianças na piscina de noite. Confira a seguir e garanta o máximo de diversão a todos com tranquilidade!

Piscina de Noite:

  1. Instale grades de proteção e piso adequado

Crianças gostam de aprontar. Para se certificar de que os pequenos não vão querer dar aquela escapada para pular na piscina sem você estar perto, instale grades de proteção de 1,20 m de altura com trancas. Dessa forma, você consegue manter a piscina fechada nos momentos em que a criança não pode utilizá-la.

É importante também colocar um piso adequado ao redor da piscina, de preferência antiderrapante, para evitar acidentes e até mesmo afogamentos (isso vale também para os adultos e idosos!).

  1. Deixe a piscina bem iluminada

Outra dica essencial para garantir a segurança das crianças na piscina de noite é iluminar adequadamente a área. Uma piscina sem iluminação é muito perigosa e possui alto risco de acidentes, escorregões e afogamentos.

Por isso, certifique-se de que a sua piscina possui lâmpadas internas e que a área ao redor, seja um jardim ou quintal, seja bem iluminada também. Leds são lâmpadas muito recomendadas em qualquer situação por conta da sua alta durabilidade, economia de energia e beleza estética. Você pode saber mais sobre isso aqui.

Banner Iluminação para piscina 3

  1. Tenha equipamentos de segurança para a criança

O nome parece meio amedrontador, mas sim, bóias e coletes salva-vidas são equipamentos de segurança. E além disso: são cruciais para garantir a segurança das crianças na piscina de noite.

Os coletes são mais seguros do que as bóias de braço e tipo pneu, pois estas podem ser facilmente retiradas pela própria criança.

  1. Oriente as crianças

Conscientizar seus filhos a respeito dos possíveis riscos da piscina é fundamental para que eles entendam a gravidade do perigo. Dessa forma, eles estarão mais alertas e prontos para pedir ajuda caso algo aconteça.

Oriente as crianças a não correr ao redor da piscina, a não ir para o lado mais fundo e a sempre manter o colete e bóia. Também dê o exemplo! Não aja de maneira irresponsável perto da piscina.

  1. Sempre tenha um adulto supervisionando

Estabeleça a regra: sem adulto, sem piscina. A criança pode até saber nadar, mas precisa do monitoramento de um adulto caso tenha cãibras, se machuque ou se assuste. Todo cuidado é pouco quando se trata da segurança dos pequenos!

Fique de olho no blog da Global-Tech para mais dicas de como aproveitar ao máximo a sua piscina.


Confira nossa linha completa de produtos em nosso site: