Piscina com chuva: o perigo dos raios

Piscina com chuva: o perigo dos raios

04/04/2019 0 Por globaltechbrasil

Uma das grandes preocupações para quem tem piscina em casa ou para quem quer aproveitar a piscina em dias mais chuvosos é: piscina na chuva é perigoso?

Bom, o Brasil é campeão mundial de raios, afinal, sua localização geográfica permite a formação de nuvens convectivas em grande parte do ano. De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, dos 3,15 bilhões de raios que golpeiam a Terra e seus habitantes durante um ano, 77,8 milhões deles vêm desabar em terras brasileiras. É muito raio!

Mas com tantos números e tantos raios, chegou a hora de saber o que realmente pode ser prejudicial para pessoas que querem aproveitar piscina com chuva. Acompanhe!

Piscina com raio: mito ou verdade?

Dizer que a piscina atrai raios é um mito que perdura por muito tempo, uma vez que os raios podem cair tanto no chão como na água, contudo, é importante saber que a água é uma grande condutora de eletricidade, assim como o cloro, presente nas piscinas, a junção dos dois pode intensificar a condução, de modo que uma pessoa em seu momento de lazer tem chances de atrair um raio.

Ainda, de acordo com os dados da INPE, de 2000 a 2017 foram registradas 2044 mortes por raios, sendo que, para a Defesa Civil, até 30% a maioria delas morre por parada cardíaca e respiratória, e cerca de 70% dos sobreviventes sofrem sérias sequelas psicológicas e orgânicas, por um longo tempo.

O que pode acontecer durante as tempestades?

piscina com chuva

Essa pergunta pode ser muito comum em meio a esse assunto, então, se uma pessoa estiver muito próxima à descarga elétrica – 50 metros de distância e for atingida, esta sofrerá um choque imenso, capaz de provocar ataque cardíaco fulminante.

Para distância de 50 e 85 metros, se uma pessoa for atingida, há chances de sobreviver, porém, tudo indica que sofrerá asfixia, queimaduras e parada cardíaca, em alguns casos.

Porém, se a distância estiver acima de 85 metros e próxima de 125 metros do ponto de descarga, haverá como consequência um choque por tempo reduzido. Acima dessa metragem, a sensação será de que o corpo está formigando.

Banner Gerador de Ozonio 1

Como saber a que distância a tempestade está da piscina?

De acordo com as recomendações passadas pelo National Lightning Safety Institute, quando a piscina estiver a cerca de 13 km – quando o espaço de tempo for menor que 40 segundos, esta é a distância da tempestade.

Fazer essa conta e ficar ainda mais seguro, é bem simples. Basta contar os segundos que você leva para ouvir o som desde a luz do relâmpago até o momento em que ouve o trovão, depois, divida os segundos somados por três, então, este será o resultado de quilômetros onde o raio caiu. Simples, não é?

Como estar protegido em meio a tempestade?

Em qualquer sinal de tempestade, saia da piscina, afinal, parte do corpo que fica pra fora da água pode servir como um para-raios capaz de atrair descargas elétricas. E como dito anteriormente, os componentes químicos da água são grandes condutores de eletricidade, o que aumenta a chances da energia ser conduzida para uma pessoa, caso cai na água.

Neste momento, o mais seguro é procurar abrigo em locais fechados e longe de materiais elétricos ou árvores, além disso, ao contrário do que as pessoas dizem, roupas de borracha não evitam acidentes.

Como ajudar uma pessoa atingida por raios?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado, se você estiver acompanhado de uma pessoa vítima de raios, ou se ver algum caso, o primeiro passo é buscar ajuda de um serviço especializado, você pode fazer isso ligando para a emergência.

E neste momento, esqueça aquela frase de que “um raio não cai duas vezes no mesmo lugar”, ele pode facilmente atingir o mesmo ponto, então, proteja-se antes de prestar socorro, se possível, espere o perigo passar ou então, coloque a pessoa em um local mais seguro, e mantenha-se junto dela.

Caso a vítima demonstre sinais de parada respiratória, parada cardíaca ou os dois, a recomendação é buscar ajuda especializada, ligando para o 192 e solicitando um desfibrilador automático,iniciando a massagem cardíaca.

Lembre-se, a melhor forma de aproveitar esse momento de lazer é ter prudência e muita responsabilidade, principalmente em caso de raios e tempestades, afinal, vimos aqui que nadar com chuva é perigoso, sim! Promova a segurança e garanta o bem-estar daqueles que estão curtindo o momento com você!

Gostou deste artigo? Continue acompanhando o blog da Globaltech e tenha sempre informações importantes para que você possa aproveitar os banhos de piscina.


Saiba a importância de planejar a compra dos acessórios para sua piscina.

Planejar e Comprar acessórios para sua piscina!

A Globaltech Brasil tem uma linha completa de acessórios para você! Conheça nossos produtos: