Como instalar o filtro da piscina? Confira nosso guia!

Como instalar o filtro da piscina? Confira nosso guia!

26/04/2022 0 Por globaltechbrasil

Quando se trata de equipamentos para piscina, todo cuidado é pouco. Para evitar perdas de performance e danos por má instalação dos equipamentos de filtragem da piscina, é necessário conhecimento e também experiência para saber qual o papel exato do filtro no sistema hidráulico da piscina.

Aliás, os processos de instalação de filtros e motobombas na piscina não são diferentes. Existem diversos pontos-chave que precisam de total atenção para que o equipamento possa garantir um ótimo desempenho.

Para te ajudar a entender melhor os principais pontos na instalação de um filtro da piscina, o blog Globaltech Brasil trouxe para você dicas essenciais de como realizar esse processo com sucesso! Vamos conferir?

1. Atente-se à escolha do local para instalar o filtro da piscina

local para instalar o filtro da piscina

É importante lembrar que o filtro precisa ser instalado em um local que esteja perto da piscina, no caso, deve ser construída uma casa de máquinas que esteja a poucos metros dela. Se for muito distante, toda a distribuição de água necessitará de uma tubulação bem maior, o que diminuiria a potência e performance do filtro.

É recomendado também que a instalação do filtro seja feito abaixo do nível da água da piscina e na direção do dreno para evitar que uma entrada indesejada de ar prejudique a circulação.

2. Veja se o tamanho do filtro e da casa de máquinas são compatíveis

Ainda falando na construção da casa de máquinas, leve sempre em consideração o tamanho do filtro e do motor que serão instalados ali para que todo o espaço seja planejado de acordo. O espaço deve ser suficiente para que todo o equipamento passe pela porta, tanto entrada quanto saída no caso de alguma manutenção, e que possa caber dentro dela sem nenhum tipo de aperto.

filtro de piscina e da casa de maquinas

Planeje a sua estrutura pensando no conforto térmico para os equipamentos de limpeza e também um espaço extra para que uma pessoa adulta possa fazer a manutenção dos equipamentos.

3. Observe a distribuição dos canos e da cola usada nas conexões

Escolha a posição dos equipamentos com precisão e faça as medições de saída dos canos do aparelho para a piscina antes de conectar qualquer um dos canos. Essa ação é muito necessária já que, para evitar vazamento de água entre as conexões, seja dos joelhos ou das chaves, toda a tubulação ficará colada uma na outra.

Aproveita nessa etapa para verificar a validade e a eficiência da cola que será utilizada. Sua performance cai consideravelmente depois do vencimento do prazo de validade. Não cole os cotovelos e dê preferência para as curvas longas, assim você evita a perda de carga no interior da casa de máquinas.

4. Faça a conexão do filtro com a motorbomba da piscina

motorbomba para piscina

Maneje dentro do espaço planejado os pontos onde a bomba e o filtro ficarão e todo o seu redor para que os canos possam ser bem acomodados. Mantenha o filtro em posição centralizada e a bomba logo ao lado. Lembre-se de não colocar a bomba em contato direto com o piso. Utilize uma base para que ela não pegue umidade do chão.

O filtro e a bomba deverão ser ligados por um único cano de entrada de água, sendo a motobomba conectada aos canos do ralo do fundo e da aspiração. Do filtro, sairão os canos de cascata, retorno (caso tenha um na piscina) e esgoto.

5. Verifique a sua instalação elétrica

Essa é uma questão que deve ser levada com o dobro de cuidado e deve ser feita por um técnico da área. Durante o planejamento da casa de máquinas, ajuste em um local alto e longe do chão, o ponto onde deverá ser instalado a saída de energia para o funcionamento da bomba. Durante esse processo, aproveite para preparar todo o aterramento da bomba.

Caso exista dúvidas sobre a parte elétrica, é possível consultar a forma correta de instalar os disjuntores, fusíveis, chaves magnéticas e dispositivos DR pela norma NBR 5410. Ela orienta como exatamente o ponto de energia deve ser instalado na casa de máquinas.

6. Fique atento à rede de esgoto e o ralo no piso

Esses dois itens, embora frequentemente ignorados, são importantíssimos para fazer a manutenção e limpeza da casa de máquinas.

Instale no chão um ralo de escape conectado diretamente ao esgoto, com a maior distância possível do equipamento. O tamanho do ralo deve ser o suficiente para dar vazão e evitar possíveis alagamentos. Certifique-se também de que o chão da piscina seja levemente curvado em direção ao ralo.

7. Conte com profissionais e equipamentos de qualidade

Querer economia em um trabalho que precisa ser feito por um profissional não é uma boa ideia! O famoso ditado popular encontra seu lugar por aqui: o barato acaba saindo caro! Por isso, consulte profissionais especializados na instalação de equipamentos para piscina e casa de máquinas.

Falamos sobre algumas dicas que podem fazer a diferença na hora de instalar o filtro da piscina, mas ainda assim a orientação de um técnico é essencial para evitar problemas e garantir a melhor performance para a sua piscina.

Quando devo ligar o filtro da piscina após a instalação do equipamento?

Após todo o equipamento instalado de forma apropriada, encha a piscina acima do nível médio e deixe que toda essa água entre tanto no filtro quando na bomba. Para isso, mantenha todas as chaves de entrada abertas e o equipamento totalmente desligado. Somente após a entrada completa da água, você deve ligar sua bomba.

Quanto à utilização do filtro para a limpeza, o mais indicado é que o tempo de trabalho do aparelho não ultrapasse as 8 horas de uso – recomendação padrão que a ABNT indica para piscinas domésticas.

Posso usar a piscina com o filtro ligado?

A resposta para essa pergunta é simples: você não somente pode como deve manter o filtro ligado durante o uso da piscina. Essa ação proporciona a manutenção da água cristalina, contribuindo para a limpeza. Contudo, é preciso ressaltar algumas observações.

Caso sua piscina tenha ralo de fundo e aspirador, mantenha sempre o aspirador fechado e apenas o ralo de fundo aberto. Em piscinas com skimmer é possível o fechamento tanto do aspirador quanto do ralo de fundo.

Quais os tipos de filtros para piscina?

Atualmente podem ser encontrados dois tipos diferentes de filtros à venda no mercado de piscinas, o filtro de areia e o filtro de pano. Os dois filtros exercem a mesma função de limpeza em piscinas. Ainda assim, são bem diferentes na maneira como cada um executa sua função – além dos preços!

O filtro de areia, o mais popular entre os consumidores, utiliza dentro de seu equipamento como elemento filtrante uma areia própria para filtração. Esse tipo de filtro é bastante durável, com vida útil de aproximadamente 10 anos considerando que a manutenção seja feita de maneira adequada. Seu custo é um pouco elevado exatamente pela necessidade com que executa a limpeza.

filtro para piscina

Já o filtro de pano, também conhecido como filtro de cartucho, é uma opção mais barata e tem como elemento filtrante um corpo todo de pano. Apesar do tamanho, o equipamento tem como principal diferença a capacidade de substituição do elemento filtrante de maneira rápida e também é bastante durável.

filtro de pano para piscina

Cada um dos passos apresentados serve como orientação básica para que você tenha uma boa noção dos processos que uma instalação do filtro de piscina requer. Se você também deseja saber como usar o motor da piscina, leia o conteúdo que disponibilizamos aqui no blog especialmente para atender essa dúvida!

Até a próxima!