Como escolher Filtro e Motobomba para minha piscina?

Como escolher Filtro e Motobomba para minha piscina?

25/06/2018 0 Por globaltechbrasil

Um dos componentes mais importantes na piscina é o filtro de água. Não sendo o único instrumento de limpeza e purificação da água – o skimmer acaba por recolher a sujidade mais visível – é, contudo, aquele que desempenha uma tarefa mais crucial para manter a água cristalina e apetecível. O filtro tem a função básica de filtrar as partículas em suspensão da água da piscina. Dentro do filtro, a água desce pelo tanque e passa por toda a areia que está dentro do filtro, deixando por lá, grande parte da sujeira da piscina.

Os filtros devem ser sempre dimensionados com cuidado para cada tipo e tamanho de piscina, levando em consideração seu volume de água (m³). Isto se deve ao fato de que existe um tempo mínimo para que toda a água da piscina passe pelo filtro e retorne limpa à piscina. Além do filtro precisar ser de tamanho adequado, é necessário que acompanhe uma motobomba potente suficiente para ‘puxar’ a água da piscina. Uma motobomba mal dimensionada pode causas problemas ao filtro, por exemplo, se for uma bomba muito potente para o filtro, ela pode fazer com que o filtro estoure e seja necessária a troca desta peça.

Para dimensionar o filtro de sua piscina, devem-se seguir as normas da ABNT, que indicam a recirculação do volume total da piscina em no mínimo 8 horas para piscinas residenciais e 6 horas para piscinas públicas (clubes, prédios, associações), otimizando assim, o uso da piscina.

 

Cada fabricante recomenda um conjunto filtrante adequado ao volume de água armazenado na piscina. Consulte a tabela do fabricante.

Exemplo: Vamos dimensionar um conjunto filtrante para uma piscina residencial retangular com dimensões 8 x 4 x 1,5 m = 48m³ ou 48 mil litros de água.

Note que, para cada filtro, existe uma motobomba correspondente.

base tecnica filtro nautilus

base tecnica motobomba