Cachorro pode entrar na piscina?

Cachorro pode entrar na piscina?

28/04/2022 0 Por globaltechbrasil

Existe uma pergunta que todo pai de pet faz: Cachorro pode entrar na piscina? Se você é uma das pessoas que adoraria ter essa resposta, não deixe de ler esse artigo até o final. 

Para começar, o cachorro pode entrar na piscina. Mas, antes de dar um mergulho com seu amigo de quatro patas é preciso ter alguns cuidados. Então, nada de empurrar o amiguinho na água. 

Cachorro pode entrar na piscina, mas como fazer isso?

Curtir a piscina com o pet pode ser uma delícia, mas é importante saber que nem todo cão sabe nadar, mesmo que exista o famoso nado “cachorrinho”. Alguns cachorros não estão preparados para isso. Portanto, na primeira vez que for fazer essa atividade, atente-se para os sinais que o seu pet vai te dar. 

A dica é começar aos poucos e respeitar o espaço do animal, afinal, alguns têm medo de água e esse momento não deve ser angustiante para o bichinho. Outro ponto é nunca deixar o animal sozinho, mesmo que ele saiba nadar ou goste muito de piscina. 


Assim como nós humanos, o sol pode agredir a pele do animal, portanto, não se esqueça de usar um filtro solar para pets. E claro, mantê-lo hidratado. 

E como ficam produtos químicos com cachorro na piscina?

Quando se trata de produtos químicos, todo cuidado deve ser tomado, mas com cachorros na piscina, é importante redobrar. Ainda não há alertas sobre quais produtos não usar, contudo, pessoas que fazem uso de piscinas de sal, apontam benefícios.

Logo, os geradores de cloro à base de sal funcionam bem com os cães. afinal, produzem um baixo nível de cloro natural, impedindo que os produtos químicos fiquem tão agressivos, e o sal é facilmente absorvido pela pele, tanto dos seres humanos quanto dos cães.

Mas, de qualquer modo, se você perceber algum tipo de reação no seu pet, procure um veterinário e suspenda os banhos de piscina do bichinho.

Meu cachorro pode entrar em qualquer piscina?

Se você tem piscina de vinil ou PVC e quer mantê-la intacta, não deixe seu animalzinho nadar nela, já as unhas podem danificar o material. 

Neste caso, a única alternativa para curtir a piscina com esse amigão, é ter uma piscina feita de fibra de vidro ou de alvenaria. Mas que também requer cuidado, sendo essencial que essa tenha uma escada ou rampa de acesso.

E se o seu pet gosta muito de cães e você não quer dividir esse espaço com eles, a alternativa é uma piscina própria para pet. Além de segura e com menos riscos de acidentes, o trabalho para manter esse espaço limpo é ainda menor. 

Se optar por dividir a piscina com o filho pet, tenha sempre todos os acessórios próprios para manter a piscina limpa. E falando em limpeza… 

Os pelos de cachorro podem danificar o filtro?

Caso a sua piscina utilize filtros de cartucho, é provável que precise limpar com frequência, ou então, se você usa o filtro de areia, precisa fazer retrolavagem mais vezes. 

Você também pode manter o filtro em boas condições utilizando um skimmer para pegar os pelos e outras impurezas. Isso ajudará a reduzir obstruções e consequentemente vai reduzir o tempo gasto com a limpeza sem deixar de curtir! 

E então, está preparado para curtir a piscina com a família completa? Não se esqueça de acessar o site da Globaltech e adquirir o que precisa para que a sua hora de lazer seja ainda mais segura.