8 coisas para não fazer com sua motobomba de piscina

26/09/2019 0 Por globaltechbrasil

A motobomba de piscina é o coração do seu sistema de circulação de piscinas. E, assim como seu precioso coração, quando a bomba da piscina para de funcionar, nada funciona. A matéria de hoje é sobre como manter uma bomba de piscina, para evitar problemas inesperados que possam causar problemas na água rapidamente.

Aqui está uma lista de onze maneiras de destruir uma bomba de piscina, juntamente com dicas relacionadas à manutenção da bomba de piscina e práticas de cuidados com a bomba para ajudá-lo a evitar “insuficiência cardíaca”.

MOTOBOMBA DE PISCINA INUNDADA

Problema: Quando os motores estão submersos na água, o afogamento geralmente é fatal. Ocasionalmente, um motor parcialmente submerso sobreviverá, se desmontado e seco internamente, a menos que estivesse funcionando no momento da inundação! Muitas bombas começam suas vidas bem acima do solo, mas ao longo dos anos, sedimentos e detritos podem elevar o solo até que haja pouca folga.

Solução: levante a bomba ou abaixe o solo! Certifique-se de que a área ao redor do equipamento da piscina seja drenada rapidamente durante fortes chuvas. Se as águas da inundação ameaçar a bomba da piscina, remova a bomba para terrenos mais altos até a água recuar. Adicione cascalho ao redor da bomba e área de filtro para reduzir a umidade e retardar o crescimento de ervas daninhas.

Banner Motobombas 1

MOTOBOMBA DE PISCINA SECA

Problema: As bombas que “secam” (sem entrada de água) por longos períodos de tempo podem explodir a vedação do eixo e começar a vazar. Em alguns casos, derreterá os cestos da bomba. As temperaturas altas resultantes também encolherão as roscas dos acessórios de PVC rosqueados dentro e fora da bomba, causando vazamentos de ar e vazamentos de água ao redor do encaixe do tubo de saída.

Solução: Manter um nível adequado de água na piscina é o primeiro conselho. Em segundo lugar, procure e corrija qualquer vazamento de ar nos tubos de entrada ou nas mangueiras do limpador de sucção, o que pode causar a perda da bomba. Por fim, certifique-se de que a tampa da bomba esteja lubrificada e apertada, e os bujões de drenagem estejam tapados e apertados. Um outro vazamento de ar comum ocorre em torno dos acessórios de PVC derretidos e encolhidos, rosqueados na bomba, conforme mencionado acima. Substitua o acessório encolhido.

MOTOBOMBA DE PISCINA EM LOCAL ÚMIDO

Problema: Arbustos, ervas daninhas e árvores retêm a umidade e restringem o fluxo de ar ao redor das bombas da piscina. Solo e cobertura morta ao redor das bombas e áreas baixas retêm água e umidade. Os motores da bomba duram mais tempo em condições secas.

Solução: apare arbustos e plantas conforme necessário para reduzir a umidade e aumentar o fluxo de ar. Use cascalho e remova ou pulverize ervas daninhas regularmente, para manter a área da bomba em uma zona livre de plantas e umidade.

MOTOBOMBA DE PISCINA SUPERAQUECIDA

Problema: Os motores precisam de boa circulação de ar para se refrescar durante a execução, o que também ajuda o motor da piscina a durar mais. Plantas, cobertura morta ou espaços sem ventilação bloqueiam a brisa. O sol direto também aumentará a temperatura do motor.

Solução: Os motores estão sempre quentes ao toque, rodando a cerca de 60 graus Celsius. Uma boa circulação de ar reduz a temperatura do motor.

DIMENSIONAMENTO ERRADO DA BOMBA PARA O FILTRO

Problema: Os filtros devem ser sempre dimensionados com cuidado para cada tipo e tamanho de piscina, levando em consideração seu volume de água (m³). Isto se deve ao fato de que existe um tempo mínimo para que toda a água da piscina passe pelo filtro e retorne limpa à piscina. Além do filtro precisar ser de tamanho adequado, é necessário que acompanhe uma motobomba potente suficiente para ‘puxar’ a água da piscina. Uma motobomba mal dimensionada pode causas problemas ao filtro, por exemplo, se for uma bomba muito potente para o filtro, ela pode fazer com que o filtro estoure e seja necessária a troca desta peça.

Solução: Para dimensionar o filtro de sua piscina, devem-se seguir as normas da ABNT, que indicam a recirculação do volume total da piscina em no mínimo 8 horas para piscinas residenciais e 6 horas para piscinas públicas (clubes, prédios, associações), otimizando assim, o uso da piscina. E cada filtro tem uma motobomba específica que deve ser utilizada. Cada fabricante recomenda um conjunto filtrante adequado ao volume de água armazenado na piscina. Consulte a tabela do fabricante.

TENSÃO ERRADA DA MOTOBOMBA

Problema:  Tensão incorreta, tamanho do fio ou fiação. Tensão alta ou baixa ao longo do tempo pode sobrecarregar o motor ou simplesmente queimar, causando um curto-circuito nos enrolamentos ou danificando o capacitor repetidamente. Os motores de piscina estão disponíveis em 120V e 240V (monofásicos) e também em 120V / 240V (bifásicos), conhecidos como motores reversíveis, capazes de aceitar qualquer voltagem. Conectar 120V a um motor que espera 240V simplesmente não liga o motor, mas colocar 240V em um motor conectado a 120V e você pode esperar faíscas, fumaça e um motor queimado, se não desligar rapidamente! Motores mal conectados ou o bitola incorreta do fio também pode causar problemas no motor.

Solução: A tensão da linha deve ser estável e dentro de 10% de 115V ou 230V. Ao instalar um novo motor, verifique se a tensão da linha corresponde à tensão do motor. Leia atentamente o diagrama de fiação na etiqueta do motor para garantir que os fios de alimentação e o fio terra estejam corretamente conectados à placa de terminais. Embora os motores modernos sejam bastante diretos com a conexão de energia, é possível conectar incorretamente um motor. E, ao substituir os fios antigos, use a bitola correta do fio.

INFESTAÇÃO DE INSETOS

Problema: Os insetos podem roer os fios ou causar curto-circuito, enquanto procuram o calor e abrigo no motor da bomba, tornando-se um condutor entre dois metais que não devem tocar. Isso pode acontecer na parte traseira do motor da bomba, no relógio ou no painel de controle. Ninhos de vespas também podem fazer uma bagunça.

Solução: Inseticida, conforme necessário. Feche todas as aberturas abertas e bloqueie quaisquer outros pontos de acesso aos painéis de controle e motores.

GALHOS PESADOS

Problema: galhos pesados ​​que caem no motor da bomba de piscina ou na parte superior da tampa da bomba, podem causar danos consideráveis ​​nas bombas da piscina. Não é frequente, mas acontece ocasionalmente.

Solução: Corte os galhos conforme necessário.

Como você e eu, as bombas de piscina precisam de ar, água e energia suficientes para funcionar corretamente todos os dias. E como você e eu, é melhor evitar insetos e temperaturas quentes. Também esperamos não sermos atingidos na cabeça por um galho de árvore!

A boa manutenção da bomba de piscina garante um coração saudável para o sistema de circulação da piscina e evita a “insuficiência cardíaca” prematura – o que certamente acontecerá durante a semana mais quente do verão!

Veja também:

Refletor para piscina, qual o ideal?

Guia para casa de máquinas da sua piscina

Como escolher o Filtro para sua Piscina